... nossos papermodels são "bolhas" para slotcar na escala 1/32.
São desenvolvidos sob contrato, e os arquivos não estão disponíveis para download.
As carrocerias são comercializadas apenas montadas, a R$20,00 a peça, "in our local store".
contatos:

motorworks@gmx.com

... amigos ...

março 29, 2010

...



nova seção do blog, aberta aos pilotos que querem pregar peças, digo, dar dicas de pilotagem aos menos experientes.
a peça, digo, a dica numero um é do Ricardo Mansur, que explica como é possível aproveitar para passar pela direita enquanto a fila aguarda o sínal abrir.
não tentem fazer isto em casa! digo, na rua.

a foto abaixo mostra a galera toda atrás do 78, que deve ter reduzido muito, obrigando quem vinha colado a frear, o que facilitaria para quem vinha mais atrás tirar para a direita ...
já dizia meu intrutor de direção defensiva, "mantenha distancia segura dos carros a frente!!!"

óleo na pista?
estaria o carro do velho mosqueteiro estourado mais a frente?

39 comentários:

  1. passar por fora na ferradura não era brinquedo de criança, não.
    bela manobra.

    ResponderExcluir
  2. Mais uma foto fantástica resgatada pelo arqueólogo Tito Jones.

    ResponderExcluir
  3. Tantarantammmmmmmmm
    tantammmmmmmmmmmm
    tantarantammmm
    tamtara tan tan tan.
    Hehe essa seria vai ser animal.
    Soh falta o Duran volta a rasgar o verbo.

    ResponderExcluir
  4. ops, nem deveria, mais irei, a foto é dubia, eu penso que tá tomando volta, num está passando por fora, kkkkkkkkkkkkkk, pq depois que escorrega as bagaça num sobra espaço. MINISTÉRIO DA SAUDE ADVERTE, NUNCA TENTE ULTRAPASSAR POR FORA NA FERRADURA, NO MINIMO VC ENCONTRA GRAMA, NO MAXIMO PORRA O CARRO

    ResponderExcluir
  5. É Ricardo vc deve ter o final dessa foto!O Luizinho(Pereira Bueno) tomava a 2ª perna da Ferradura bem aberto, mas não tanto, onde está tem muita sujeira. De qualquer forma passar pelo Guaraná dessa forma?

    Abs

    Rui

    ResponderExcluir
  6. Legal Tito, obrigado por corrigir o #12, eu posso errar o número do carro, a curva não!
    O piloto que leva um "risco" no capacete, ou está na categoria errada ou na profissão errada. Tito, te mandei a foto anterior? Esta é a sequência. Pode publicar. Durun de acreditar...
    A "Ferradura" era uma curva difícil de se fazer no limite da aderência. 90% dos pilotos faziam errado, anos após anos. Alguns nunca aprenderam.
    Por ser um forte aclive, a suspensão quase chegava no limite, o que permitia faze-la em velocidade bem superior ao que seu raio sugeria. A pressão negativa fazia o "efeito asa", ou como se o rojão tivesse um enorme aerofólio. Dificilmente algum piloto rodava na entrada da "Ferradura" mas sim na sua saída pois sua tangência tinha uma parte reta que era como uma "pegadinha". Quase todos os pilotos tangenciavam nesta risca e já no meio da curva tinham que "aliviar" para corrigir. Devo ter umas 20 fotos na "Ferradura" no traçado certo enquanto outros estão na pegadinha...Cada curva, uma história...Ehhh velha Interlagos. Quem andou, andou!!!

    Ricardo Mallio Mansur

    ResponderExcluir
  7. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, me desculpa só sai 1, e vc num tem parentes magicos, conta a verdade vc abriu pros caras passarem. dificil vc me dizer o contrario

    ResponderExcluir
  8. !!!! tem até a musiquinha do Indiana...
    e olha nosso querido amigo incendiário de volta...

    ResponderExcluir
  9. Oi Rui, gostava de fazer ultrapassagens na "Ferradura", principalmente "barcas" de 6 e 8 canecos, mas o Guaraná não era piloto para se passar por fora e dificilmente por dentro. Esta foto não está nítida. Posso tentar melhorar e mostrar que ele arrastou pneu por uns 20 metros, já esterçando para fora para não bater no #8 do Fanucchi. O pivô de toda essa lambança também não é o Cavallini #58, mas sim o #78 que "segurou" a turma toda. Tinha havido uma prova com os "petroleiros" (Div.4) e a pista estava lavada de óleo. Às vezes, o melhor traçado era por fora, "o caminho das pedra..."

    Abraços

    Ricardo Mallio Mansur

    ResponderExcluir
  10. responde, vc tava indo pro box, num me conta estorias (historias são coisas reais) essa sua foto é real a estoria é dura de guentar

    ResponderExcluir
  11. rsrsrrs, está todos no traçado correto, só o magico que disse que está fazendo ferradura por fora e tropelando todos na moleza,estoria pra conatr pra netos pra fazer naninha

    ResponderExcluir
  12. vamos ouvir as versões dos outros cinco pilotos que aparecem na foto!
    ( não seria bacana se a gente conseguisse reunir sempre os pilotos para discutir sobre uma determinada foto?
    ouvir o lado de cada um?
    ainda bem que voces tiveram esta idéia!)

    ResponderExcluir
  13. Acho legal, mais segunda foto entrega, dificil alguem alem do dono da foto, me convecer do contrario, presta atenção entrada da ferradura vc poderia escolher, mais a saida era única, num tem jeito

    ResponderExcluir
  14. Rui deveria estar a frente note bandeira de oleo, rindo muito aqui pela pretenção

    ResponderExcluir
  15. Alguém sabe quem é o nº 78 ? Para estar na frente de todas essas feras ou era muito bom ou está tomando uma volta...

    ResponderExcluir
  16. ainda nenhuma informação sobre o 78.
    estamos procurando.

    ResponderExcluir
  17. e ainda ninguem explicou, como fazer ferradura por fora no bolo e sair ileso, parente de David, seria???, admite tava tomando volta

    ResponderExcluir
  18. Catzo ooque ninguem reparou é o Rui no acostamento com o Div-3 Do Delamare que ele alugava.
    Olha lah o capõ inconfundivel e o numero 84 na lateral.
    Valeu Rickmans por esse achao inestimavel, finalmente temos uma foto do Rui com um dos motores enviados pro saco.

    ResponderExcluir
  19. Essa foto deve ser de 74, já não corria com o carro do PV. Alias esse ano nem corri.

    Abs

    Rui

    ResponderExcluir
  20. O #78 era Ademir Uchôa Dias. Tenho todo o histórico dessa corrida. Existem histórias e estórias, só que hoje, estórias não fazem mais nem boi dormir. Tem que mostrar as fotos e mesmo assim nem acreditam...
    Pô Rui, então você tinha um "lote" na entrada da "Ferradura". Conta aí! Era você mesmo?
    Outra coisa interessante é perguntar para pilotos que correram na antiga Interlagos sobre seu relêvo, poucos falarão sobre o aclive da "Ferradura". Por quê? Não sei! Costumava andar a pé, para sentir o esforço que o motor fazia em trechos de subida. Alguns pilotos faziam o percurso de bicicleta para ter a mesma sensação e assim respeitar a máquina. A subida da junção era "terrible".

    Abraços

    Ricardo Mallio Mansur

    ResponderExcluir
  21. Ricardo, o Guaraná e eu estreamos juntos em 71 e aí nessa maravilhosa curva que não existe mais fiz muitas ultrapassagens. O Duran e Ferraz podem confirmar em 82 na TEP que era a D3, mas com pneus nacionais e cambio de 4 marchas o Mogames, Elcio, Bruno e eu andavamos mais rápidos que os carros de ponta da antiga D3.

    Abs

    Rui

    ResponderExcluir
  22. Otima essa postagem e comentãrios mas acredito que o carro 12 era da equipe Cledson/Amador, pilotado pelo Fabio Souto Maior, mas na entrada desta curva tem bandeira acenada pelo fiscal, essa bandeira listada é proibido ultrapassar...., Dr. Ricardo Mansur esperto, certamente passou todos e foi desclassificado.

    ResponderExcluir
  23. Bom pessoal já que todos falaram agora falo eu.....bom com a minha experiencia na quela altura na ferradura na entrada no balanço ele te ajudava a vir pra dentro por ter uma inclinação, mas do meio para o final a curva te jogava pra fora....então se vcs olharem direito a primeira foto vão ver que na segunda o carro está exatamente do lado do mesmo.....então não passou ninguem, porque passar por ali na sujeira, era grama e na saida era guarde reio...hahaha abs.

    ResponderExcluir
  24. Rsrsrsrsr. Só vc Jr!Tinha visto a bandeira mas não liguei os fatos, achei que indicava óleo na pista. É seu Ricardo!

    ResponderExcluir
  25. Ricardo,
    Voce pode ser mais objetivo nos dizeres abaixo?

    "óleo na pista?
    estaria o carro do velho mosqueteiro estourado mais a frente?"

    Rsrsrs.

    ResponderExcluir
  26. Puts pode crer a bandeira é culpa dp Rui
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  27. Grande Junior Lara Campos, se a bandeira amarela com listas vermelhas, para você era de proibida a ultrapassagem, suponho que você não passava ninguém. As provas de Div.3 eram sempre depois da Div.4, e a pista era sempre um "quiabo..."
    Rui, em 74 meu equipamento, com excessão dos carburadores, tinham componentes nacionais, sem bomba elétrica, bobina Mallory, que já existiam na época. Os comandos importados, como
    Engle, Iskendarian, varetas de aço, balanceiros 1.4, cambio Hewland MK 8 ou 10, virabrequim roletado, válvulas especiais com com molas duplas eram coisas inimagináveis para nossa equipe. O fraco motor tinha que durar a temporada inteira e o preparador era o
    Moraes. Um mineiro formado na Volkswagen, que para convencê-lo a baixar 1mm no cabeçote, tinha que implorar. O câmbio "caixa 1" era necessário pois o carro ia de Santos para Interlagos rodando pela estrada. Fazia-se milagres sem verba. Era triste descer o retão pisando só 1/3 do acelerador para não explodir e ser ultrapassado. Mas no miolo...

    ResponderExcluir
  28. olha, pelas nossas informações, o carro #12 era pilotado pelo Guaraná.
    o Fabio levava o #13

    ResponderExcluir
  29. Ricardo Mallio Mansur31 de março de 2010 23:39

    Sábio José Ferraz, sua observação quanto aos carros estarem quase lado a lado é perfeita, mas quando as rodas estão esterçadas para lados opostos, algo está errado assim como um carro com a aceleração plena, enquanto outro está freando forte. Arrisca qual mais rápido? A 2ª foto é exatamente a metade dos 200º da curva da Ferradura. Tinha ainda muita diversão pela frente...

    ----------------------------------------------

    Junior Lara Campos, o carro é mesmo o #12 do Guaraná, o do Fabio tinha os faróis bem mais para fora, iguais ao do #8 do Fanucchi.

    --------------------------------------------

    Rui, os pneus nacionais que você falou eram os "slicks" da Maggion? Eram bons?

    Abraços

    Ricardo Mallio Mansur

    ResponderExcluir
  30. Ricardo,
    é mesmo vc morava em Santos...põe uma foto sua atual.

    Abrs

    ResponderExcluir
  31. O Jr colocou uma foto de 10 anos atrás(e retocada!) e pede atual do Ricardo!
    Ricardo,eram os Pneubrás nada haver com os Blue Stik(Era assim?)e alguns andavam de Pirelli que eram muito bons. Os Pneubrás eram aro 13 com 20 de altura. Vc tinha que tirar o pé no meio do Retão, mas em compensação subia em direção a Um com muita força.

    ResponderExcluir
  32. Desculpe, falei do seu cambio qd disse que subia com muita força.

    ResponderExcluir
  33. rsrsrsrsr,Afinal, eu continuo dizendo que tava tomando volta, e que num passou ninguem. ja li de tudo nesse post, menos, alem do Ferraz que tambem concorda comigo, alguem se colocar a favor ou contra. boa pascoa, rsrsrsr pra queles acham que passou, rsrsrsr devem tambem acreditar em coelhinhos.
    kkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  34. Orlando Belmonte Jr.1 de abril de 2010 15:29

    bla bla bla , Duran eu concordo com vc esse carro que esta por fora da curva esta sendo ultrapassado, eu já fiz ultrapassagem por fora ma ferradura em dia de chuva , meu carro era muito rapido e estavamos correndo com a turma da hot e classe C (opalas), era a curva que eu mais gostava de fazer, me sentia em casa , então não era tão complicado , o fabiano deve ter filmagem
    abs
    Boa Pascoa a Todos

    ResponderExcluir
  35. KKKKKKKKKKKKKKKK essa turma num para eim.
    Boa pascoa a todos e vejo vcs sem faltas nas mil milhas de autorama no sabadão.

    ResponderExcluir
  36. Rui, a caixa 1, do "Sargento" ao "Bico de Pato" era fantástica, um trator. Só usava 2ª no "Bico de Pato", quando estava "roda a roda", e você tinha que travar e fazer por dentro, senão era em 3ª mesmo. O problema era fazer a 1 e a 2 "in floating", era como fazer em ponto morto, o giro já lacrava em frente ao "S" nas arquibancadas. Imaginou ir até a "3"? Havia risco de soltar as travas de válvulas ou mesmo "desbielar" em plena reta.
    ---------------------------------------------

    Junior Lara Campos, fiz uma contagem de cabelos e a foto de óculos, que o Tito tirou uma, continua a mesma. 9.800 fios, que dureza!

    ---------------------------------------------

    Rui, os pneus eram "Blue Streak" da Goodyear.
    Custavam em 74, o equivalente a um "fusca"
    1972, 1500cc. Só usei no meu Super Vê por míseras 4 voltas e igualei o recorde de 3,06'
    que era do Ingo. Pareciam andar num "trilho". Uma covardia em relação aos Pirelli, Dunlop ou Firestone.

    Boa Páscoa a todos!
    As vêzes, coelhos só saem arrancados da cartola...

    Abraços Tito, Fabiano e todos os responsáveis por esses bons momentos!

    ResponderExcluir