... nossos papermodels são "bolhas" para slotcar na escala 1/32.
São desenvolvidos sob contrato, e os arquivos não estão disponíveis para download.
As carrocerias são comercializadas apenas montadas, a R$20,00 a peça, "in our local store".
contatos:

motorworks@gmx.com

... amigos ...

abril 04, 2012

... achei !!!

... como disse antes, nunca gostei dos mavericks,
mas fiquei encantado com os Pro Stock.
este é um dos que estiveram em Interlagos, naquele já tão distante 1975. 
em breve, no "Paper Museu TTM" 

o coupé, ainda não consegui localizar.
se alguém tiver alguma informação, diz aí.

EDIT 06ABR:
não achei absolutamente nada a respeito do outro maverick, o coupé.
nenhuma referencia, nem nos pró stock, nem nos funny cars.
( meu, em 70 os funny cars eram carros "de verdade"!!!)

8 comentários:

  1. Parabéns, Tito!
    Aonde você foi achar isso? Tomara que você ache tambem o ooupé.
    O ronco desses bichos jamais se esquece. Pena que não puderam mostrar tudo em Interlagos. Houve até quem achasse que o retão seria o local mais apropriado para a exibição, mas o público estava todo do lado de cá...
    Abração
    "seu" Guima

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. esse até que não foi muito dificil, já que foi o unico 4 portas que existiu.
      Como curiosidade, o carro que estava sendo preparado era um coupé,
      qunado Gapp & Roush o compraram, substituiram a carroceria por uma de quatro portas, a partir da parede cortafogo, e o chassis foi "esticado".

      Excluir
  2. A ford mandou bem no marketing pra lançar o mavecão

    ResponderExcluir
  3. Paper, mavecão era o V8... esse evento foi para lançar o "mavequinho" 4 cilindros...(muito melhor que o 6, com motor herdado do Aero...)

    ResponderExcluir
  4. Caramba seu Guima. o 4 era melhor que o 6?
    Eu pensava que era ainda pior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. o quatro cilindros era um motor novo, um dos mais modernos para a época.
      já o velho 6, herdado da willys, era do tempo da segunda guerra, e não houve "uograde" que desse jeito.
      mas o estrago já tava feito, e nem o modernissimo quatro nem a lenda do super v8 "canadense" conseguiram salvar o maverick.

      Excluir
  5. Para quem não gosta de Mavericks, o homem até que é muito bem informado.
    Com relação a lenda do motor canadense ( que era fabricado em plantas americanas) surgiu em razão do motor ser exportado para o Brasil a partir do Canadá.
    Até hoje não se tem muita certeza se foi estratégia de marketing, ou algum meio de burlar o fisco.

    abs.

    ResponderExcluir
  6. isto foi o que se pode chamar de "barato que saiu caro, muito caro".
    a idéia de economizar alguns trocados, aproveitando o velho motor willys, mostrou-se um dos maiores equívocos da industria automobilistaica nacional.
    o estrago causado a imagem do maverick foi tão grande, que nenhuma operação posterior conseguiu reverter a situação.
    muitas cabeças devem ter rolado.

    ResponderExcluir